#mindfulnesstododia D41


Você já percebeu quantas vezes ao longo da vida nós "terceirizamos" a responsabilidade pela nossa felicidade? Aposto que você já ouviu alguém dizer algo parecido com: ah, se meu marido me ouvisse mais, se meu chefe reconhecesse o meu esforço, se a minha mãe fosse mais carinhosa, se o meu filho fosse menos bagunceiro, se o meu irmão não fosse tão explosivo, eu, finalmente, poderia ser feliz. É como se, mais ou menos como nessa ilustração, a nossa felicidade pudesse ser colocada no bolso de outra pessoa. Como se a nossa alegria, calma e paz interior dependessem unicamente de algo que está fora do nosso alcance e que não temos absolutamente nenhum poder de influência. Te digo uma coisa: isso é um equívoco, que está criando um abismo enorme entre você e a sua felicidade. Porque NÓS somos os ÚNICOS responsáveis pela NOSSA felicidade.

É claro que há fatores que não podemos controlar e que nem todos os nossos sonhos vão se tornar realidade num piscar de olhos, mas, ninguém no mundo tem o poder de tornar a sua existência triste ou menos valiosa, a menos que você permita. Você não pode se sentir ofendido por algo que te disserem, a menos que, inconscientemente, lá no fundo, você concorde com aquilo. Ao mesmo tempo, toda a expectativa que você despeja no colo do outro, achando que essa ou aquela pessoa têm a responsabilidade de ler a sua mente e te satisfazer integralmente, é pesada e tem um pezinho na imaturidade. Afinal, quando a gente cresce emocionalmente, aprende que nós podemos oferecer a nós mesmos o amor, o carinho, o cuidado e o reconhecimento que merecemos. Isso nos fortalece, nos dá segurança, estabilidade. Aprendemos a carregar a chave da nossa felicidade bem perto da gente e jamais iremos esquecê-la novamente em algum bolso por aí. Por isso te convido: recupere a sua felicidade e seja o grande responsável por ela. Não se esconda mais atrás de histórias de rejeição e abandono. Deixe no passado o que pertence ao passado. E viva o presente, como se fosse um presente. Porque é isso que ele é. 😉

#atençãoplena #autoajuda #autoestima #meditação #mindfulness

0 visualização

© 2017 por Thais Requito.