O que é Mindfulness

Se você vive no planeta Terra deve ter ouvido a palavra Mindfulness nos últimos tempos.


Revistas, programas de TV, líderes e médicos a recomendam, insistentemente.


Não importa se você busca mais equilíbrio, resiliência, saúde, bem-estar, alegria ou produtividade. A resposta é sempre a mesma: pratique mindfulness.


Mas, afinal, o que é mindfulness e de onde surgiu?


O termo mindfulness vem sendo difundido no Ocidente, desde 1979, quando Jon Kabat-Zinn, professor de medicina americano, inaugurou a Clínica de Redução do Estresse na Escola de Medicina da Universidade de Massachusetts.



Kabat-Zinn uniu o que havia aprendido em sua prática pessoal de Yoga, estudos sobre o Budismo e descobertas científicas para criar um programa de 8 semanas, em que ensinava técnicas de mindfulness para pessoas com dores crônicas e outras comorbidades.


Desde aquela época, a prática de mindfulness vem sendo amplamente estudada e muitos benefícios foram atribuídos a ela.


Jon Kabat-Zinn define mindfulness como “a consciência que surge ao prestarmos atenção, intencionalmente, ao momento presente, sem julgar”.

Muitas outras definições surgiram e complementaram esta frase nas últimas décadas, mas o importante é considerar que a prática de mindfulness envolve 3 aspectos:

  • Intenção: voluntariamente escolhemos estar conscientes

  • Atenção: consciência do que acontece no momento presente

  • Atitude: sem julgamento, com curiosidade e gentileza


Você pode praticar mindfulness em qualquer lugar e a qualquer momento, tornando-se consciente do que acontece dentro e fora de você. Por exemplo, comendo, caminhando, conversando e trabalhando com atenção plena.



Você também pode praticar mindfulness formalmente, como uma meditação, reservando alguns momentos para explorar o que acontece aqui e agora, incluindo pensamentos, emoções e sensações físicas.


Resumindo, o termo mindfulness pode se referir à uma técnica de meditação ou um estilo de vida, em que se busca fazer tudo (ou quase) de forma consciente e amorosa.


E aí, deu para entender? No próximo post vou te explicar os b


enefícios!


Ah, e se você achou esse post útil, comenta, salva e compartilha!

9 visualizações

© 2017 por Thais Requito.