#mindfulnesstododia D56


Desde o começo da semana eu tenho falado sobre comunicação no #mindfulnesstododia e nos últimos dias tenho detalhado os 4 perfis de comportamento que podemos apresentar quando nos comunicamos. Já falei sobre dois deles, o Passivo e o Agressivo, e vou falar sobre mais um hoje. Achei essa imagem ótima porque um dia aprendemos a nos comportar dessa forma, então podemos aprender novas formas de nos relacionarmos com o mundo. Além de sermos importantes exemplos para as crianças que nos cercam, né? Vamos ao 3o perfil: - PASSIVO-AGRESSIVO: como o nome sugere, trata-se de uma combinação do perfil passivo (que vimos na quarta), com o agressivo (que vimos ontem). Esse tipo de comportamento é muito comum no ambiente corporativo, por exemplo, mas não é útil ou saudável. Uma pessoa que sente que uma de suas regras pessoais foi violada ou que seus objetivos estão ameaçados, pode ser tomada por sentimentos de raiva e frustração. Esse fator, combinado com a percepção de que “os outros” são mais fortes, melhores e têm mais poder, pode gerar vitimização, sentimento de impotência e a sensação que não é possível lidar de forma direta com a situação. Como consequência, a pessoa que se comporta de forma passiva-agressiva, pode se tornar manipuladora, provocativa, sínica ou sarcástica, ao invés de manifestar sua verdadeira opinião. Além disso, é provável que ele/ela tente ofender outras pessoas de forma indireta ou tenha a intenção de prejudica-las, sem se expor. Esse comportamento subversivo pode causar bastante confusão, dificultando a compreensão do que aquele que se comporta de forma passiva-agressiva está tentando comunicar. Eles podem passar a ser vistos como instáveis, não confiáveis, desleais, ao mesmo tempo que colegas e familiares se sentem desapontados e frustrados. Os relacionamentos pessoais e profissionais são prejudicados por esse tipo de comportamento, em que a honestidade vai sendo, cada vez mais, empurrada para debaixo do tapete. Segunda vou falar sobre o último e mais saudável perfil: o assertivo. Te vejo lá?

#atençãoplena #autoajuda #autoestima #meditação #mindfulness

1 visualização

© 2017 por Thais Requito.