top of page

Quando uma aula termina assim, deve ser ser um bom sinal né?


Virar 'professora' tem sido um processo de crescimento pessoal intenso, somado ao compartilhamento diário de aprendizados, desafios, alegrias e abraços.

Pra mim, toda essa transição tem a ver com encontrar aquele talento especial, a característica marcante que todos nós temos, e fazer algo de bom pelo mundo. Essa vontade de devolver pra vida tudo o que ela me dá, sabe?

Mas, se você me perguntar se eu acho que todo mundo devia largar o emprego e virar professor de meditação, minha resposta vai ser: claro que não! Esse está sendo o meu processo - não sei direito onde vai me levar, nem quer dizer que nunca mais eu terei um emprego 'convencional'.

O que eu convido as pessoas a fazerem nas sessões de coaching não é (necessariamente) uma mudança radical de vida. O importante mesmo é encontrar a coragem que falta e colocar 'pra fora' aquilo que você tem de melhor; criar espaço na vida pra fazer, nem que seja por 5 minutos, o que te enche de energia, inspiração e vontade. Transformar em 'trabalho' aquilo que você faria de graça.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page